Programa de reciclagem de cartões

Período de realização: 12/2011 – “sem previsão de finalização”

Público-alvo e abrangência geográfica: Como o programa vem sendo adotado por vários órgãos públicos, a abrangência do projeto é nacional e o público-alvo é a população em geral.

Principais atividades desenvolvidas:
• Gerenciamento: todo o gerenciamento de logística reversa de cartões (instalação, manutenção e administração) é feito pela empresa R.S. de Paula;
• Instalação: o Papa Cartão é instalado no órgão público por um funcionário da empresa. A partir deste momento, a Comissão local da A3P pode iniciar a campanha de divulgação em seus canais de comunicação interna e também junto ao público externo;
• Coleta: cada coletor pode armazenar até 3 mil cartões. Quando atinge sua capacidade máxima, o órgão público entra em contato com a empresa solicitando a coleta. Se for na cidade de São Paulo, a R.S. de Paula envia uma equipe para abrir o papa cartão e coletar o resíduo. Em outras localidades, o responsável pelo papa cartão é quem deverá efetuar essa tarefa, armazenar o resíduo em caixas de papelão e lacrar com fita, enviando, em seguida, para a empresa. Neste caso, não há custo de despacho para o órgão público;
• Reciclagem: os cartões que chegam à unidade passam pelos processos de pesagem, triagem, trituração e transformação em novos cartões ou novos produtos sustentáveis, como troféus e medalhas fabricadas para o Tribunal de Justiça do Pará;
• Monitoramento: todos os meses, a equipe da R.S. de Paula entra em contato com o órgão público solicitando a numeração do contador de cartões que está no papa cartão. Com esses dados são emitidos relatórios internos da empresa e também certificados de destinação correta e segura de cartões pós-consumo. Estes dados também podem ser utilizados em relatórios de sustentabilidade e gerenciamento de recursos sólidos dos próprios órgãos públicos.

Recursos necessários:
Financeiro:
• Desde a implantação do programa de reciclagem de cartões, a R.S. de Paula tem incentivado os órgãos públicos a realizarem parceiras público-privadas para custear todo o processo de gerenciamento e logística reversa;
• Como exemplo, vale destacar que os coletores da Agência Nacional das Águas, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e de alguns ministérios como o do Meio Ambiente, da Fazenda e de Minas e Energia, entre outros, foram disponibilizados pela parceria entre a Plastivida e o Instituto do PVC.

Contato: R.S. de Paula | São Paulo (SP)
Marcela Moretti | Analista de Projetos Ambientais
atendimento1@papacartao.com.br | (11) 2236-2827

Accessibility