Captação de água de chuva em unidades de saúde

Período de realização: 01/2017 a 01/2020

Público-alvo e abrangência geográfica: O projeto tem por finalidade atingir 30 UBS nos distritos administrativos do Jardim Ângela e Capão Redondo, zona sul de São Paulo – sendo que 10 unidades já possuem o sistema implantado e funcionando. Os públicos-alvo são os profissionais de saúde e os usuários das unidades, com uma estimativa de sensibilização de 900 pessoas, por meio das oficinas educativas.

Principais atividades desenvolvidas:
• Realização de oficinas educativas nas UBS para implantação dos sistemas – os participantes auxiliam na construção do sistema de captação e, ao final do processo, recebem uma apostila com um manual da técnica.
• Implantação do sistema de captação de água de chuva nas unidades (10, até o momento) em local visível e acessível para os usuários, com um cartaz explicativo ao lado, além de disponibilização de um agente de promoção ambiental para tirar dúvidas e apoiar novas implantações no território;
• Orientação das equipes de limpeza e higiene das unidades sobre como fazer uso do sistema;
• Estabelecimento de fluxos do uso da água para fins não-potáveis.

Recursos necessários:
Financeiros:
• Equipamentos para implantação de um sistemas de captação de água de chuva  (canos, conexões, acessórios, ferramentas) com capacidade de 200 litros: R$ 350
• A unidade de saúde deverá reservar um espaço visível, em frente à unidade, para dispor o captador, sendo necessária a existência/colocação de calha no telhado;
• Recursos gráficos (impressões e banners).

Humanos:
• Pessoa habilitada na construção da técnica de captação para o desenvolvimento da oficina.

Contato: Centro de Estudos e Pesquisas Doutor João Amorim | São Paulo (SP)
Everton Tumilheiro Rafael | Gestor Local PAVS
everton.tumilheiro@cejam.org.br | (11) 3107-8197

Accessibility