Alimentos agroecológicos na alimentação escolar

Período de realização: 01/2017 – “sem previsão de finalização”

Público-alvo e abrangência geográfica: Escolas da rede municipal de ensino de Vitória (ES).

Principais atividades desenvolvidas:
• Parceria entre os agricultores familiares em transição agroecológica, o Incaper, a Fundagres, a Cooperativa Solidária o Broto e a Rede Escolar Municipal de Vitória para inserir os alimentos agroecológicos na alimentação escolar por meio da venda direta, sem passar por atravessadores e atacadistas;
• Realização de 19 reuniões em sete escolas da rede municipal de Vitória e na Secretaria Municipal de Educação de Vitória (SEME) para definir intercâmbios entre os agentes escolares envolvidos, os produtores de alimentos e o público escolar;
• Organização de visitas em propriedades em transição agroecológica de Santa Maria de Jetibá e de Iconha para sensibilizar sobre as importâncias da atividade e do consumo dos produtos agroecológicos/orgânicos para a saúde, o meio ambiente e o desenvolvimento local das comunidades rurais;
• Realização de dois seminários, um deles com 120 representantes da Prefeitura de Vitória, da Secretaria de Estado de Agricultura, da Cooperativa Solidária “O Broto” e técnicos do Incaper; e o outro com a comunidade escolar da rede pública de Vitória, lideranças comunitárias, pais de alunos e técnicos. Ambos apresentaram as propostas da ferramenta social e abordaram temas como Economia Solidária e produção de alimentos agroecológicos;
• Realização de uma pesquisa baseada na avaliação qualitativa dessa experiência, por meio de reuniões e entrevistas;
• Organização de uma comissão da merenda escolar, formada pelos gestores públicos, sociedade civil e agricultores familiares para criar mecanismos e subsídios para efetivação do processo;
• Articulação com a Cooperativa ”O Broto” para emissão de notas fiscais e logística da entrega dos produtos nas escolas.

Recursos necessários:
Humanos:
• Equipes técnicas de todos os órgãos envolvidos no processo

Materiais:
• Aparelhos eletrônicos e telefônicos;
• Material didático para realização dos cursos;
• Material para divulgação e fidelização de parceiros (folders, panfletos, banners, bonés, camisetas e canetas);
• Mobília para escritório;
• Veículo

Financeiro:  R$ 75.000,00 ao ano

Contato: Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural | Vitória (ES)
Pierangeli Cristina Marim Aoki | pieraoki@gmail.com | (27) 3636-9806

*Prática inserida pelo consultor Rafael Jó Girão (não participante do processo de chamada pública)

Accessibility